Gostou do Artigo? Compartilhe!

A Reformulação de site melhora seu posicionamento nos buscadores!

A reformulação do seu site deve começar com muito planejamento estratégico.

Primeiramente, o projeto de reformulação do website não inicia quando você esboça seu site. Mas sim, deve começar com muito planejamento estratégico. Sem uma estratégia, seu novo design pode sair atrasado, acima do orçamento e ou uma despesa e não um investimento. A reformulação pode ser trabalhosa, mas você obterá muitas vantagens como retorno.

Redesenhar seu site ou migrar para uma nova plataforma é algo que toda empresa terá que lidar em algum momento. O alcance que pode ser conseguido com um website repaginado, aumentam a cada ano. E é muito provável que seus concorrentes estejam atualizando seus sites para fornecer uma aparência mais profissional. Entretanto, com um site bonito e responsivo as aumenta as conversões do seu produto.

Reformule seu site com um design responsivo!

Sites responsivos são exibidos perfeitamente em todos os formatos de tela, do computador para notebooks, tablets e smartphones. Hoje cada vez mais, os usuários estão usando dispositivos móveis para acessar a internet. Portanto, nada melhor que seu site esteja preparado para atender estes usuários.

Você já entrou em um escritório que está claramente desatualizado e não é bem mantido? Como cerca de uma loja onde a mercadoria está em todo o lugar e ninguém se oferece para ajudá-lo?

Seu site funciona da mesma maneira. As pessoas não vão querer trabalhar com alguém que não tenha uma aparência profissional e elas não vão comprar em um site onde não encontrem o que precisam.

Essas considerações são o que impulsiona a decisão de um novo design ou uma nova plataforma, e com razão. Logo, você vai ter dificuldade em trazer negócios com um site com aparência ruim.

Por outro lado, existe configurações técnicas que as pessoas não consideram durante o reprojeto ou a migração do site.  Uma delas é a otimização do seu site. A falta de planejamento adequado pode resultar em um sério declínio no tráfego orgânico, nas conversões e nos rankings de palavras-chave, mesmo que seu novo site tenha uma ótima aparência.

Se você está realizando uma migração de site, há muito a ser considerado.

Estabelecendo uma linha de base

reformulação de site

reformulação de site

Muitas vezes, temos clientes que chegam até nós com relatórios de tráfego orgânico, o que é um ótimo começo, mas não oferece uma visão completa do desempenho do site e de como os usuários interagem com ele. Qualquer coisa que impulsione vendas, leads ou qualquer outro tipo de conversão precisa ser bem documentada antes que a alteração ocorra.

As métricas que você escolhe para usar como base para o sucesso variam de acordo com o seu negócio. Mas é importante lembrar que o tráfego não significa necessariamente clientes. Às vezes, o tráfego cai depois de um novo design, obtendo a mesma quantidade de conversões de melhor qualidade.

Escolhendo o que migrar

  Muitas vezes, quando você está redesenhando seu site, adicionará ou eliminará páginas, categorias e conteúdo em todo o site. Você terá uma ideia do que deseja remover e do que deseja adicionar. Mas cortar as coisas sem consultar os programas de análise pode resultar uma grave queda no tráfego e nas conversões.

Antes de mergulharmos na seleção do que migrar, vamos fazer uma rápida revisão de alguns fatores básicos de SEO que são fundamentais para esse processo:

Para profissionais de SEO, em um mundo ideal, manteríamos todas as URLs intactas durante uma migração. Mas na maioria das vezes isso não é realista. Podemos preservar algum valor de link de páginas removidas com o uso de um redirecionamento 301. Entretanto, nunca serão tão valiosos quanto um link de entrada direto.

Segue uma avaliação básica para qualquer página que esteja pensando em remover ou alterar na reformulação de seu site:

  • Links externos-  é de longe a consideração mais importante para determinar se uma página deve ser migrada ou não. Isso se divide em duas partes – quantidade de links para a página e a qualidade desses links. Geralmente, começamos observando a quantidade de links para uma página. Se uma página tiver uma quantidade baixa de links, podemos considerar a remoção- mas, observe a qualidade desses links. Se é apenas um link, mas vem de uma fonte de alta qualidade – um jornal da indústria, uma universidade, um jornal, etc. – então queremos que o link seja preservado.
  • Tráfego e conversões- são os próximos fatores que analisamos e também são extremamente importantes. Temos um pouco mais de flexibilidade aqui se tivermos conteúdo em uma página que esteja atraindo tráfego e conversões, mas não tenha uma grande quantidade de links de entrada. Podemos pegar esse conteúdo e movê-lo para uma nova página. Mas definitivamente não queremos removê-lo do site.
  • Crie um mapa- de quais páginas estão sendo migradas para o novo site e como elas se encaixam na navegação. Para onde as páginas eliminadas serão redirecionadas e o conteúdo a ser contido em cada página. Bem como as palavras-chave que essas páginas foram projetadas para segmentar em busca orgânica. Isso garante que você saiba exatamente o que está sendo migrado e o que está sendo removido, o que ajuda você a direcionar melhor seus esforços de SEO.
  • Não há regras rígidas e rápidas- para determinar o que será migrado e o que pode ser removido com segurança. Mas, se você precisa de uma regra para trabalhar, pense em termos de 5 a 5 links de entrada, 5% de tráfego orgânico e 5 conversões de meta. Qualquer coisa acima desse limite que definitivamente queremos manter, qualquer coisa abaixo pode ser eliminada.

Enfim, Reformulei meu site.

Depois de estabelecer um plano para a migração de páginas e manter toda essa excelente estrutura de links juntamente com o conteúdo que impulsiona as visitas e as conversões para o seu site, é hora de considerar alguns aspectos técnicos adicionais do novo site.

Em geral, o que é bom para os usuários é bom para o Google. A maior parte disso já estará coberta pelo seu desenvolvedor. Mas uma rápida revisão de alguns fatores técnicos importantes para o seu sucesso incluem:

  • Design responsivo- tornou-se um fator de classificação maior para o Google e só se tornará maior à medida que o uso de smartphones e tablets se tornar mais predominante. É altamente recomendável garantir que o design responsivo seja um componente do plano de reformulação do seu site. Você pode ler mais sobre a atualização do algoritmo móvel aqui.
  • A velocidade do site é do mesmo nível que o design responsivo – já é um fator para classificações de mecanismos de pesquisa e, a cada atualização, o Google coloca cada vez mais importância nessa área. Faça um teste antes do novo design com uma ferramenta como o GTmetrix para entender o que está atrapalhando a velocidade do site e garantir que esses problemas sejam resolvidos durante a migração.
  • O conteúdo na página é fundamental. Para aqueles que não sabem, as atualizações “Panda” do Google têm como alvo conteúdo pequeno e duplicado. Certifique-se de que não há duas páginas com o mesmo conteúdo e assegure-se de que as principais áreas de seu site – a página inicial, as principais páginas de categoria / serviço etc. – tenham aproximadamente 400 palavras associadas a essa página.
  • Tags de título e Meta Descrições devem ser concisas e incluir palavras-chave relevantes. Sua meta descrição é um apelo à ação de duas frases. Estas são as tarefas básicas de SEO, mas muitas vezes passam despercebidas. Use um simulador de SERP para testar a aparência de tags de título e meta descrições antes de implementar a página.

Acima de tudo, faça com que seja relevante para seus usuários.

O Google pode não ter opiniões sobre a paleta de cores que você usa, a mensagem exata da marca que você usa, mas, no final das contas, você está fazendo esse trabalho para impressionar os clientes. As segundas chances são raras em um mercado de internet competitivo. Certifique-se de que a primeira interação com um cliente em potencial seja ótima, criando um site que seja útil e repleto de informações importantes para eles.

Adeus, site antigo!

A migração ou reformulação de um site pode ser confusa e gerar muitas preocupações. Ainda mais quando você começa a considerar o grande número de fatores técnicos que afetam o desempenho da pesquisa orgânica. As melhores coisas que você pode fazer são pesquisar, preparar e contar com a Weblina para reformular seu site.


Gostou do Artigo? Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *